Sua Conta de E-MAIL

Delegacia Virtual

Visitas - Visits

214040
HojeHoje1
OntemOntem62
Essa SemanaEssa Semana378
Este MêsEste Mês1149
TodosTodos214040
54Dot227Dot88Dot174
free counters
eXTReMe Tracker

Seu Endereço WEB

Você está conectado a este site com IP: 54.227.88.174

Cotações - BR

MoedaÚltimoCompraVenda
Dolar/Real
Dolar Tur/Real
Euro x Real
Euro x USD

Rádio On Line

Posição atual da ISS

Enviar a um Amigo

Colaboradores

Interferências em TV - TVI PDF Imprimir E-mail
Seg, 02 de Dezembro de 2013 08:53

 

Sobrecargas do estágio de entrada

Quando um receptor de televisão se encontra muito próximo de um transmissor, existe um sinal muito intenso na sua freqüência fundamental e este sinal pode sobrecarregar um ou mais circuitos do receptor de televisão, além de produzir sinais espúrios que causam a interferência indesejável neste televisor. Se a sobrecarga provem de um sinal moderado, esta interferência será leve e da mesma natureza do que a interferência de armonicos, que é causada por armonicos gerados nas primeiras etapas do receptor de televisão, e, só ocorre em canais relacionados armonicamente com a freqüência do transmissor. É difícil de distingui-la da causada pelos armonicos efetivamente irradiados pelo transmissor.

Em tais casos a supressão adicional de armonicos no transmissor não trará nenhum efeito prático.

Portanto tudo que se possa fazer no receptor de televisão para evitar ou mesmo diminuir a energia proveniente da freqüência irradiada pelo transmissor e que chega ao primeiro circuito do receptor de televisão, sempre será valida e necessária.

Com sobrecargas mais severas a interferência será observada em canais em que não estão armonicamente relacionados com a freqüência irradiada pelo transmissor e é muito fácil identificar estes casos.

Fonte: Mário Keiteis - PY2 MOK

Última atualização em Seg, 02 de Dezembro de 2013 19:22