Sua Conta de E-MAIL

Delegacia Virtual

Visitas - Visits

229962
HojeHoje100
OntemOntem111
Essa SemanaEssa Semana620
Este MêsEste Mês1243
TodosTodos229962
54Dot163Dot42Dot154
free counters
eXTReMe Tracker

Online

Nós temos 6 visitantes online

Seu Endereço WEB

Você está conectado a este site com IP: 54.163.42.154

Cotações - BR

MoedaÚltimoCompraVenda
Dolar/Real
Dolar Tur/Real
Euro x Real
Euro x USD

Rádio On Line

Posição atual da ISS

Enviar a um Amigo

Colaboradores

RODADA EM VHF PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administradores   
Seg, 11 de Maio de 2015 18:56

 

 

 

 

Amigos Labreanos. Teve início ás 20h do dia 13 de maio de 2015 a Rodada em VHF: QSO DA LABRE. Pela repetidora de VHF 146.940 MHz.

 

 

.

Última atualização em Qui, 11 de Junho de 2015 22:19
 
Anatel x LABRE (impedimento de convênio) PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administradores   
Seg, 03 de Novembro de 2014 20:22

 

A ANATEL está impedida, por lei, de executar convênio ou parceria com a LABRE. A decisão foi tomada pelo alto escalão da ANATEL ao seguir parecer da Procuradoria Federal Especializada, órgão da Advocacia Geral da União(AGU). Segue, abaixo, o parecer enviado à ANATEL.
O parecer da Procuradoria Federal Especializada orienta-nos a efetuar um procedimento licitatório tendo por base a Lei 8.666/1993.

O tema foi abordado sob a ótica do art. 40 da Lei 13.019/2014:

Art. 40. É vedada a celebração de parcerias previstas nesta Lei que tenham por objeto, envolvam ou incluam, direta ou indiretamente:

I - delegação das funções de regulação, de fiscalização, do exercício do poder de polícia ou de outras atividades exclusivas do Estado;

II - prestação de serviços ou de atividades cujo destinatário seja o aparelho administrativo do Estado.

Parágrafo único. É vedado também ser objeto de parceria:

I - a contratação de serviços de consultoria, com ou sem produto determinado;

II - o apoio administrativo, com ou sem disponibilização de pessoal, fornecimento de materiais consumíveis ou outros bens.
Última atualização em Ter, 02 de Dezembro de 2014 12:56
 
Histórias que o Rádio não contou PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administradores   
Qua, 21 de Maio de 2014 22:31

 

 

Será lançado em breve pela PAULUS


Ficha Técnica
Título: Histórias que o Rádio não contatou – do galena ao digital, desvendando a radiodifusão no Brasil e no mundo
Autor: Reynaldo C. Tavares
Área de interesse: Comunicação

Ao folhear as primeiras páginas da obra, o leitor logo se identificará, uma vez que no prefácio assinado pelo jornalista e radialista Salomão Ésper, um dos ícones da Radiodifusão Brasileira, são abordados trechos de sua vitoriosa carreira, citando nomes e chamando a atenção para a importância que o veículo Rádio tem na área das comunicações.

Sem a pretensão de contar a história do Rádio brasileiro, porém, após vários anos de pesquisas, estudos, palestras, entrevistas, Reynaldo C. Tavares, compilou dados que interessam diretamente aos antigos e atuais profissionais do Rádio, estudantes, professores, alunos e público em geral, uma vez que não há por parte do autor, a intenção em produzir um “Best Seller”.

A obra de Tavares é de consulta e saudades, já que o livro foi concebido desde o invento, a criação e sua implantação no Brasil e no mundo, desmistificando uma polêmica que, até há pouco tempo, creditava esse invento ao físico Italiano Guglelmo Marconi, quando, na verdade, essa glória comprovadamente pertence a um padre brasileiro, Roberto Landell de Moura, gaúcho, nascido em Porto Alegre, no dia 21 de janeiro de 1861.

 

Última atualização em Qua, 21 de Maio de 2014 22:40
Leia mais...
 
O radioamador do futuro, um sonho que pode virar realidade PDF Imprimir E-mail
Qua, 04 de Dezembro de 2013 11:11

 

set 2.013

Autor do artigo: Mário Keiteris-PY2 M X K-Radioamador Veterano e Escritor -

É muito difícil alguém escrever ou prever sobre acontecimentos futuros, porque falta o principal: As novas descobertas que trarão, no seu bojo, a força da mudança.      Mesmo assim, com a devida vênia, arriscarei alguns palpites em função da projeção do que hoje é o estado a arte do nosso campo teleinformatico, lembrando que o Radioamadorismo, naturalmente, é parte de um contexto evolutivo maior. A sociedade moderna continua muito serena e ainda não percebeu o furacão de mudanças que a teleinformática imporá ao comportamento humano.  Empurrado pela avassaladora presença da teleinformática, o que restar do nosso hoje praticado radioamadorismo surgirá porem em nova forma.

 

Última atualização em Sáb, 14 de Dezembro de 2013 20:20
Leia mais...
 
INTERFERÊNCIAS VINDAS DOS SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administradores   
Seg, 15 de Setembro de 2014 21:10

 

ABNT E INMETRO APROVAM NORMAS DE CONTENÇÃO DAS RÁDIO INTERFERÊNCIAS VINDAS DOS SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO

 

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou no dia 21 de agosto de 2014 a norma ABNT NBR IEC/CISPR 15, sobre "Limites e métodos de medição das radioperturbações características dos equipamentos elétricos de iluminação e similares". Trata-se do reconhecimento e nacionalização da consagrada norma internacional CISPR 15, redigida com o intuito de determinar limites de emissividade de lâmpadas, inclusive com a tecnologia LED.

Leia mais...
 
Informes sobre alterações Estatutárias da LABRE CENTRAL PDF Imprimir E-mail
Qui, 26 de Dezembro de 2013 11:12

Para: 'Paulo Roberto dos Santos Caldas

Antonio Severino da Silveira - PT2 ZN

RES: ENC: 78º Reunião de Brasília - Resumo?

Paulo Roberto,

1 – Todos os sócios serão da LABRE FEDERAL, não existe mais sócio de  LABREs Estaduais e sim radioamador jurisdicionado a LABRE que achar conveniente, ou seja um do Piauí poderá ser jurisdicionado a Labre do Ceará.

2-  A LABRE FEDERAL deverá ser informada pelas Estaduais dos radioamadores de seu quadro social, adimplentes, inadimplentes e remidos, com os indicativos e endereços completos. De  posse dessas informações, a LABRE FEDERAL vai fazer a cobrança, remetendo boletos aos sócios e os pagamentos que forem efetuados, ela repassará 85% para as LABRES, possivelmente nos dias 10 e 25 de cada mês, ficando com 15% de acordo com o estabelecido no Regulamento vigente. As LABRES estaduais vão ter condições, pelo programa que será implantado, de verificarem os recursos(dinheiro)que estão entrando na LABRE FEDERAL, retendo 85% do arrecadado conforme explicado acima. A princípio, serão mantidos valores das mensalidades já cobradas, atualmente, pelas estaduais.

Última atualização em Sáb, 28 de Dezembro de 2013 13:31
Leia mais...
 
Mais Artigos...
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 7 de 10