A ORIGEM DO DIA DO RADIOAMADOR NO BRASIL Imprimir
Escrito por Administradores   
Qui, 03 de Novembro de 2016 20:41

 

É possível afirmar que o Radioamadorismo começou juntamente com as primeiras emissões de rádio no final do século XIX. Como ainda não existiam fábricas de rádios até então, mas a curiosidade na comunicação à distância era crescente, diversas pessoas começaram a montar seus próprios equipamentos e antenas de forma caseira a título de experimentos e deu-se então o início desse hobby que se tornou conhecido mundialmente.

 

O Dia do Radioamador é comemorado em 5 de novembro, decorrente do Decreto nº 16.657, publicado exatamente nesta data, em 1924, que regulamentava as estações de Radioamadores no Brasil. A data de 5 de novembro foi escolhida para a comemoração do Dia do Radioamador pela LABRE em gratidão ao decreto que regulamentou o radioamadorismo no Brasil.

 

Vale destacar que, até o ano de 1968, o Dia do Radioamador no Brasil era celebrado anualmente em 22 de outubro. Isso porque, em 22 de outubro de 1934, foi feita a primeira sessão da Assembleia Geral dos Radioamadores Paulistas e Cariocas, que fundiram suas entidades e criaram a LABRE - Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão.

 

Nesse sentido, os Radioamadores ainda comemoram o Dia Mundial do Radioamador, anualmente, em 18 de abril. A data foi estabelecida em homenagem a fundação da IARU - International Amateur Radio Union, em 18 de abril de 1925.

 

O Radioamadorismo tem como lema a radiocomunicação, fomentando a fraternidade universal, sem distinção de credo, raça, ideologias políticas, faixa etária, patrocinando a solidariedade, a ajuda às comunidades e ao Estado em momentos de catástrofes e crises, tudo dentro das normas que regem o serviço de Radioamador.

 

Em síntese, ser Radioamador é ter uma filosofia de vida, própria, calcada, principalmente, no bem estar coletivo.

 

No mundo, o Radioamadorismo foi responsável pelo avanço de muitas tecnologias. Os Radioamadores desenvolveram a base da radiocomunicação desde seu início, se não fossem as técnicas desenvolvidas pelos radioamadores a internet, por exemplo, não existiria, ou demoraria muito mais para ser desenvolvida.

 

Outros avanços que ocorreram graças ao Radioamadorismo foram na área da radiocomunicação, como a telefonia celular, o radar, o sistema de transmissão de dados via micro-ondas e até mesmo o sistema de fornos de micro-ondas.

 

Atualmente, no Brasil, existem cerca de 50 mil radioamadores licenciados. Distribuídos por todo o mundo, mais de 3 milhões, sendo 50% nos Estados Unidos da América. Os Radioamadores desempenham um serviço que a legislação internacional define como sendo de autoaprendizagem, intercomunicações e pesquisas técnicas, realizadas por pessoas devidamente autorizadas, que se interessam pela radiotécnica com objetivos estritamente pessoais, sem fins lucrativos.

 

A LABRE - PI, nesta magna data, parabeniza a todos os Radioamadores, conscientes, a exercerem essa nobre atividade, procurando, sempre, que suas ações venham ao encontro dos ditames da ética, moral e companheirismo.

 

PAULO ROBERTO - PS8 BAE

ILTON LEMOS JR. - PS8 IL

.